4 dicas para transformar tristeza em alegria

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Transformando tristeza em alegriaUm erro muito comum de alguns é acharem que pessoas que servem em comunidades não têm problemas, que as suas vidas são um mar de rosas. Na verdade é o contrário, quando nos colocamos ao serviço do Senhor, as perseguições e os problemas na verdade aumentam. A grande diferença é que quando estamos com Jesus, Ele nos dá forças muito além das que podemos imaginar para passar pelos problemas, conforme no livro de Salmos 45, 1-2 “Deus é nosso refúgio e nossa força; mostrou-se nosso amparo nas tribulações. Por isso, a terra pode tremer, nada tememos: as próprias montanhas podem afundar nos mares.”

Recebo muitos pedidos de oração aqui pelo nosso blog “Caminho Sagrado”, seja pelo e-mail [email protected], pelo WhatsApp (62) 9 8176-6413, pela fanpage ou então, quando estou de serviço na comunidade que faço parte, na Paróquia Sagrada Família, também recebo muitos pedidos pelo WhatsApp da Web Rádio Sagrada Família (62) 9 9859-2705 e os pedidos são os mais diversos, mas quase todos os que envolvem família, seja pelo próprio matrimônio, pelas finanças, pelos filhos ou então pela conversão de algum familiar. Algumas histórias são bastante comoventes, diria mais, um verdadeiro tapa na cara, pois muitas das vezes me desanimo por problemas muitos menores.

É o que sempre digo, quando nos colocamos a ajudar as outras pessoas, a primeira a ser ajudada somos nós, somos os primeiros a serem evangelizados. A todo momento Deus esta nos mostrando Seu Amor e Sua Misericórdia para conosco. Alguns dizem “Deus não fala comigo”, mas Deus fala sim, basta sermos dóceis ao Espírito Santo e entender o que Deus quer nos dizer, conforme Nossa Senhora foi e é dócil ao Santo Espírito de Deus, dizendo seu “Sim” sem pensar, nem impor condições para tal missão, conforme São Lucas 1, 36 “Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra.”

Muitos acham que as tribulações ou os problemas podem simplesmente desaparecer com uma simples oração. Isso pode claro! Se for da vontade de Deus! Mas Deus quer nossa dignidade, Deus quer que nós sejamos livres, guerreiros, saibamos vencer as tribulações com a ajuda Dele, mas também com nosso esforço. Deus nunca nos prometeu uma vida sem tribulações, conforme São João 16, 33 “Referi-vos essas coisas para que tenhais a paz em mim. No mundo haveis de ter aflições. Coragem! Eu vendi o mundo”, ou seja, quem promete uma vida de paz de tranqüilidade com muito dinheiro e poder não é Deus. Cuidado com os lobos que tanto seduzem por ai!

Mas como transformar nossas tristezas em alegrias? Sigamos o que ensina Jesus:

“Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Também foram convidados Jesus e os seus discípulos. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhes: Eles já não têm vinho. Respondeu-lhe Jesus: Mulher, isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes. Fazei o que ele vos disser. Ora, achavam-se ali seis talhas de pedra para as purificações dos judeus, que continham cada qual duas ou três medidas. Jesus ordena-lhes: Enchei as talhas de água. Eles encheram-nas até em cima. Tirai agora – disse-lhes Jesus – levai ao chefe dos serventes. E levaram. Logo que o chefe dos serventes provou da água tornada vinho, não sabendo de onde era (se bem que os soubessem os serventes, pois tinham tirado a água), chamou o noivo e disse-lhe: É costume servir primeiro o vinho bom, e depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora. Esse foi o primeiro milagre de Jesus; realizou-o em Caná na Galiléia. Manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele.”

Com base nessa passagem do Santo Evangelho, vou listar quatro dicas para transformar nossa tristeza em alegria:

1-    Não expor sua vida a todos

Por meio das redes sociais nos dias atuais é muito comum algumas pessoas transformarem suas vidas num livro aberto, a expondo a todos, suas tristezas, frustrações e alegrias que muitas das vezes são fantasiosas.

Não faça isso, o próprio Jesus mesmo escolhendo os doze apóstolos tinha entre eles, a quem os tinha como amigos do peito, pessoas a quem Ele mais íntimo, podemos ver isso na transfiguração no Monte Tabor, narrada em São Mateus 17, 1-10, mas podemos ver especialmente nos dois primeiros versículos que Jesus não chamou os doze, mas apenas três “Seis dias depois, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, seu irmão, e conduziu-os a parte a uma alta montanha. Lá se transfigurou na presença deles: seu rosto brilhou como o sol, suas vestes tornaram-se resplandecentes de brancura” e também na agonia no Horto das Oliveiras, narrada em São Mateus 26, 36-46, podemos ver também no segundo versículo 37, que Jesus chama apenas três para expor sua tristeza “E, tomando consigo Pedro e o dois filho de Zebedeu começou a entristecer-se e a angustiar-se.”

No caso da festa de casamento em Caná, podemos notar que a tristeza do casal, no caso, a falta de vinho, naquela época a falta de vinho em uma festa era causa de grande vergonha,  foi exposta a Nossa Senhora, a Maria, que certamente havia chegado antes à festa, certamente era próxima a essa família, pois na passagem de São João 2, 1-11, vemos que Maria estava na festa e também foram convidados Jesus e seus discípulos.

Pergunto a você meu irmão e minha irmã. Quem tem proximidade de sua família? A quem você confessa suas tristezas, suas angustias e alegrias? Essa pessoa é uma pessoa de fé? É uma pessoa próxima de Jesus?

A família no caso tinha ninguém mais, ninguém menos que Nossa Senhora, que Maria, a Mãe de Jesus e nossa Mãe, como próxima e a quem expunha as tristezas e angústias.

2-    Ter fé

Às vezes até oramos muito, mas não cremos na nossa própria oração, São Paulo vai dizer em Hebreus 11, 1 “A fé é o fundamento da esperança, é uma certeza a respeito do que não se vê”, nosso Senhor Jesus também diz em São Mateus 17, 20 “Em verdade vos digo: se tiverdes fé, como um grão de mostarda, direis a esta montanha: Transporta-te daqui para lá, e ela irá; e nada vos será impossível.”

Maria, Nossa Senhora, até com seu silêncio nos evangeliza, pois Jesus a questiona que não era chegada à hora Dele e nem respondeu que “sim” ou que “não”, mas Nossa Senhora já confiava na providência divina, conforme São João 2, 4-5 “Respondeu-lhe Jesus: Mulher,’ isso compete a nós? Minha hora ainda não chegou. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser.” Veja ai à proximidade de Jesus e Sua Mãe, que é muito questionada “isso compete a nós?”, Jesus poderia ter dito “isso compete a mim?”, mas não, Ele disse “isso compete a nós?”. E Nossa Senhora, confiando completamente na providência divina e na vontade de Deus disse “fazei o que ele vos disser”, ou seja, teve fé! Teve fé em Seu Filho, que também é o Seu Senhor, teve fé na providência divina.

3-    Esforçar-se

Às vezes nos prostramos diante das tribulações e dificuldades, às vezes a cruz pesa e caímos com ela. Não se assuste! Isso é normal! Não é normal ficarmos por muito tempo, vencidos antes mesmo de lutar, derrotado é aquele que não luta, se você está cansado siga o conselho do profeta Isaías 40, 31 “mas aqueles que contam com o Senhor renovam suas forças; ele dá-lhes asas de águia. Correm sem se cansar, vão para a frente sem se fadigar.”

Esforce-se! Não sei qual é o seu problema, não sei se é financeiro ou familiar, se é alguma situação no trabalho, esforce-se. Transforme essa fase ruim em oportunidade, se o problema é financeiro busque novas saídas, aprenda novas coisas, se informe, busque conhecimento. Ou seja, transforme o comodismo em crescimento em novas oportunidades.

Se o problema é familiar, é com matrimônio, reze mais! Busque mais a Deus, reflita, tente melhorar como marido, como esposa, como filho, como pai e mãe. Busque mais proximidade com o Senhor, busque mais conhecimento e intimidade com a Palavra de Deus, ou seja, transforme essa fase complicada em bênção. Reze, confie em Deus! Existe uma promessa bíblica em Atos 16, 31 “Disseram-lhe: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua família.”

Para se ter o milagre na Galiléia, também houve esforço, pois os servos precisaram encher as talhas de água e naquela época não havia água encanada, ou seja, os servos precisaram buscar a água em algum poço e não foi pouca água, Em São João 2, fala em seis talhas e cada talha comportava de 80 a 120 litros, ou seja, os servos devem ter carregado cerca de 720 litros de água no braço.

4-    Ore, apresente a Deus, participe da Santa Missa

O lema paroquial da comunidade em participo é “A oração é a nossa força” e realmente meu irmão e minha irmã, a oração é a nossa força! Por meio da oração podemos tudo, Jesus mesmo diz em São João 14, 12 “Em verdade, em verdade vos digo: aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas, porque vou para junto do Pai”, eita hein irmão! Que promessa! Jesus disse que com fé e oração podemos tudo, podemos fazer até coisas maiores que Ele fez.

Em decorrência dessa crise que nosso país passa, o problema financeiro já muito comum na vida do brasileiro se agravou mais. Mas em São Mateus 6, 33 “Buscai em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça e todas as estas coisas vos serão dadas por acréscimo”, portanto meu irmão e minha irmã. Aproveite essa fase financeira complicada e transforme em bênção, se aproxime mais de Deus.

São Paulo vai falar da importância da oração em 1 Tessalonicenses 5, 17-18 “Orai sem cessar. Em todas as circunstâncias, daí graças, porque esta é a vosso respeito à vontade de Deus em Jesus Cristo”, também podemos ver o próprio Jesus dizendo em São Mateus 24, 13 “Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo.”

Portanto, devemos orar sempre, sem cessar, com fé e com perseverança! E qual a maior oração de todas? A maior oração de todas é a Santa Missa, onde o Sangue de Nosso Deus, Jesus Cristo é derramado! A Santa Missa é o mesmo Sacrifício, não é outro, na Santa Missa o Sacrifício de Cristo é renovado. A Eucaristia é próprio Jesus em Corpo, Sangue, Alma e Divindade. Portanto meu irmão e minha irmã apresentem com fé suas intenções na Santa Missa, você esta apresentando diante do Sacrifício de Nosso Deus, diante de Seu Preciosíssimo Sangue! Portanto não há nada que não podemos alcançar com o Sangue de Jesus Cristo.

Na Santa Missa, quando o Sacerdote derrama um pouco de água no vinho não é para deixar o vinho “mais fraco”, mas sim, a água nesse caso somos nós, são nossas tristezas que são completamente tomadas pelo vinho, ou seja, pela alegria. Assim como foi feito em Caná na Galiléia, por intercessão de Nossa Senhora.

Quando comungamos nós não tomamos Cristo em nós, mas Cristo nos toma em Seu Corpo! É o contrário, quando comungamos fazemos parte do Corpo de Cristo! Quando apresentamos na Santa Missa nossas fraquezas, tristezas de frustrações, elas desaparecem em Cristo, assim como a água desaparece no vinho.

Apresente a Jesus suas tristezas, conte com a intercessão de Nossa Senhora! Confie na Eucaristia, tenha fé! Nosso Deus é o Deus do impossível! Mesmo que talvez pareça que não haja saída, para Deus não existe isso! A própria cruz, para muitos na época podia ser o fim de tudo, mas não era! Foi ali que Deus foi glorificado, que ressuscitou! Que fez tudo novo!

A sua tristeza pode ser transformada em uma alegria que nem mesmo você nunca experimentou, quando Deus age não é uma alegria pequena, é uma grande alegria! É o melhor vinho, a maior alegria, conforme São João 2, 10 “É costume servir primeiro o vinho bom e, depois, quando os convidados já estão quase embriagados, servir o menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora.”


A Paz!

Fernando Y. Kanizawa
[email protected]

CAMINHO SAGRADO
www.caminhosagrado.com
www.facebook.com/caminhosagradoweb
@jesusmariajosek
www.instagram.com/caminhosagradodosenhor

Acompanhe a programação da “Web Rádio Sagrada”, baixe o APP para seu smartphone

Apple Store – https://goo.gl/Lqn2c1
Google Play – https://goo.gl/atyFQq

e12c83b7-c113-437a-b729-705077c84697

Comments

comments

Cadastre seu e-mail para receber nossas publicações:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *