Falsas doutrinas, não caia nessa!

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

santo agostinho.jpg2-766145

São Paulo em 1 Coríntios 13, 3 Ainda que distribuísse todos os meus bens em sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, se não tiver caridade, de nada valeria!“. Vemos que caridade é sobretudo um ato de amor e a Sagrada Escritura diz que Deus é amor, conforme 1 São João 4, 8 Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor”, portanto a maior caridade que uma pessoa pode fazer a outra é trazê-la a Deus por meio da verdade. Na Sagrada Escritura vai dizer que em São João 14, 6 Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim, portanto apresentar a verdade, que é Nosso Senhor Cristo é a maior caridade que possa existir.

O Papa Paulo VI, vai dizer “não minimizar em nada a doutrina salutar de Cristo é forma de caridade eminente para com as almas” e também, Bento XVI “Só na verdade é que a caridade refulge e pode ser autenticamente vivida”.

Mas quando se diz a verdade, ela nem sempre é “saborosa”, pelo contrário, na maioria das vezes a princípio ela (verdade) vem dolorosa e cheia de renúncias de comportamentos e coisas erradas. Em momento algum, a intenção é ofender e acusar pessoas, mas sim de verdadeiramente ajuda-las, mostrando alguns erros e comportamentos que possam estar levando para a morte, a morte eterna. São Paulo vai dizer em 1 Coríntio 9, 16 Anunciar o Evangelho não é glória para mim; é uma obrigação que se me impõe. Ai de mim, se eu não anunciar o Evangelho!portanto não se pode haver omissão. Como disse, não julgando pessoas, mas sim, evangelizando.

Deus no dá o livre arbítrio, a Sagrada Escritura é riquíssima nessas histórias, nunca houve imposição de Deus sobre a vontade dos seus escolhidos, do seu povo, Ele nos chama e nós aceitamos ou não o chamado. Exemplos como de Adão e Eva ainda no início da criação, podiam escolher entre pecar ou não pecar, mesmo com Deus os alertando e até mesmo o “Sim” de Nossa Mãe, de Nossa Senhora, conforme São Lucas 1, 38 Então disse Maria: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo afastou-se dela”, poderia dizer “sim” ou “não”. Você que lê pode ou não acolher o que estou escrevendo, mas sinceramente de coração, espero que acolha.

Tomando como eixo central, a Sagrada Escritura, a Bíblia. Se perguntássemos em diversas denominações cristãs, ou que se dizem cristãs “quem acredita na Bíblia?”, a resposta com certeza será de 100% acreditam na Bíblia, mas de onde vem a Bíblia? Alguns, talvez a grande maioria responderá “é a Palavra de Deus”, ótimo, perfeito! Então podemos concluir que Jesus antes de entregar Sua vida na Cruz e ressuscitar, chamou os apóstolos, mandou que eles escrevessem depois foi a uma editora, mandou imprimir e encadernar? A resposta é não! A palavra “Bíblia” vem do grego e significa “coleção de livros”, os livros do antigo testamento é uma herança judaíca e os livros do novo testamento foram escritos após a morte e ressurreição de Jesus, isso mesmo, após. Estima-se que o primeiro livro escrito do novo testamento foi a primeira carta de São Paulo aos Tessalonicenses no ano 27 d. C. e o último no ano 100 d. C. com São João Evangelista, que escreveu o Apocalipse.

Só por volta do ano 300 d. C. os livros foram separados  em canônicos, ou seja inspirados por Deus e apócrifos, ou seja serve para estudo histórico, mas não tem inspiração divina. Após aproximadamente 1500 anos, A Bíblia foi compilada como é hoje, dividida entre capítulos e versículos, sendo que a primeira tradução feita para o latin foi feita por São Jerônimo em 384 d. C. e essa tradução chama-se “Vulgata”, em 1228 foi dividida em capítulos pelo Cardeal Estevão Langton e em 1528 em versículos pelo Frade São Pagnino. Você pode estar se perguntando, quem guardou todo o ensinamento da era cristã?! Foi a Igreja Católica Apostólica Romana, ou seja, para você acreditar na Bíblia, primeiramente você precisa acreditar na Igreja. Se você acreditar na Bíblia, automaticamente esta acreditando na Igreja Católica Apostólica Romana mesmo que negue.

A intenção não era detalhar tanto sobre a história da Bíblia, mas a fiz para o melhor entendimento do que venho a explicar, pois um católico que nunca ouviu o bordão “onde tá na Bíblia isso?” que atire a primeira pedra! Comum não é mesmo!? Bom, primeiramente é preciso entender que a Igreja Católica tem três fundamentos, a Tradição, o Magistério e a Bíblia. A Bíblia é justamente um fruto da tradição e do magistério, ou seja, a Bíblia saiu da Igreja e não a Igreja saiu da Bíblia. Portanto, nem tudo que a Igreja acredita ser verdade de fé esta na Bíblia, embora que quase tudo esteja, ou pelo menos dê indícios para isso.

Com base nisso, vamos falar um pouco de falsas doutrinas, em cima do que Igreja nos ensina a Luz da Palavra de Deus! Pois quem crê na Bíblia, crê na Igreja e quem crê confia. Por isso, o Magistério da Igreja diz que fora da Igreja Católica não há salvação, pois a Igreja Católica foi e é a guardiã os ensinamentos de Cristo. Hoje, se outras denominações têm conhecimento da verdade, ou talvez, melhor dizendo fragmentos da verdade é por conta da Igreja Católica, queiram ou não. Cristo amou tanto Sua Igreja que entregou Sua vida por ela, conforme Efésios 5, 25 Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela“.

Esses últimos dias houve grande repercussão sobre a marcha para satanás que teve e que tem há poucos anos. Houve mais repercussão do que adeptos graças a Deus e embora seja grave algo desse tipo, pois a Bíblia vai dizer em 1 São Pedro 5, 8 Sede sóbrios e vigiai. Vosso adversário, o demônio, anda ao redor de vós como o leão que ruge, buscando a quem devorar”, portanto nem é preciso invoca-lo para ele (demônio) se aproximar, apenas uma pequena brecha ele “faz a festa”. E lá houve muitas blasfêmias e invocações. Mas a única paternidade atribuída ao demônio na Bíblia é a mentira, conforme podemos ver em São João 8, 44 “Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira”. Refletindo um pouco, sendo ele, o demônio o pai da mentira, será que ele iria aparecer vermelho, de chifrinho, rabinho e tridente?! Acredito que não né. Ele vai fazer de tudo para que você caia no engano, se disfarçando de coisas e situações boas, em anjos de luz conforme 1 Coríntios 11, 14 “o que não é de espantar. Pois, se o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz”.

Hoje vemos muitos pregadores, profetas pipocando na TV, nas praças, agora também no YouTube e nas redes sociais dizendo conhecerem a verdade e acusando os católicos e a Igreja Católica de idólatra, satânica, babilônia e por ai vai os absurdos. Muitos se auto proclamam “os escolhidos”, dizem seguir fielmente a Bíblia, mas caem em contradição e pecam, pois a própria Bíblia vai derrubar por terra o conceito de livre interpretação conforme 2 São Pedro 1, 20-21 Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal. Porque jamais uma profecia foi proferida por efeito de uma vontade humana. Homens inspirados pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus”.

Usando a mesma estratégia, onde esta na Bíblia o nome “Bíblia”? Ou esta na Bíblia que a Bíblia é a única fonte de fé? Pelo contrário, na Bíblia diz que a Igreja é fonte da sabedoria divina, conforme Efésios 3, 10 Assim, de ora em diante, as dominações e as potestades celestes podem conhecer, pela Igreja, a infinita diversidade da sabedoria divina” e também é possível que a tradição apostólica conforme 2 Tessalonicenses 2, 15 “Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa”.

Com isso, alguns podem dizer que Jesus não fundou Igreja, mas em São Mateus 16, 18-19 E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela. Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus” e que “Igreja” quer dizer que “Igreja” não quer dizer a instituição ou prédio, é só ao povo de Deus. A Igreja meu irmão e minha irmã é o Corpo de Cristo, é perfeitamente humana e perfeitamente divina, pois Cristo foi perfeitamente humano e perfeitamente divino, Igreja é o povo de Deus, Igreja é a noiva de Cristo.

Desde o antigo testamento a palavra “Igreja” também é designada a prédio conforme 1 Crônicas 29, 1 “Disse o rei Davi a toda assembleia: “Meu filho Salomão, o único que Deus escolheu, é ainda jovem e fraco; e a obra é considerável, pois não é a um homem que este palácio é destinado, mas ao Senhor Deus”, também podemos ver que “Igreja” é um instrumento humano na história da Salvação, conforme Juízes 20, 2 “Disse o rei Davi a toda assembleia: “Meu filho Salomão, o único que Deus escolheu, é ainda jovem e fraco; e a obra é considerável, pois não é a um homem que este palácio é destinado, mas ao Senhor Deus” (ver também Números 20, 4 e Deuteronômio 23, 2-4) e fazemos parte do Corpo de Cristo, sendo Ele mesmo, Cristo a cabeça, conforme Romanos 12, 5 “assim nós, embora sejamos muitos, formamos um só corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro” (ver também Efésios 1, 20-23; Efésios 4, 15; Efésios 5, 23; Colossenses 1, 18 e 1 Coríntios 12, 27).

Portanto meu irmãos e minha irmã, vamos seguir a exortação de São Paulo, em Gálatas 1, 9 Repito aqui o que acabamos de dizer: se alguém pregar doutrina diferente da que recebestes, seja ele excomungado, também o que Jesus nos ensina em São Mateus 26, 41 Vigiai e orai para que não entreis em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca” e também conforme São Paulo também ensina em 1 Tessalonicenses 5, 17 “Orai sem cessar”. Vamos nos manter vigilantes e em oração e quando vierem dizendo fazer o livre exame da Bíblia e querendo fazer você mudar de religião através do medo, do terrorismo, não dê ouvidos e reze por essa pessoa! Talvez ela esteja mais perdida que você!

Não estou aqui dizendo que todas as denominações protestantes estejam erradas, ou que todos os protestantes estejam errados, estejam condenados. Como disse no início do texto, estamos aqui exortando quanto a pensamento e condutas e não falando de pessoas em si. Não há dúvida nenhuma que existem pessoas muito de Deus nas denominações protestantes e que também existem muitas denominações que levam muito a sério e com respeito a Palavra de Deus. Tanto é que a Igreja Católica tem boa relação com algumas delas e até fazem campanhas unidas. São chamadas as “Igreja Ecumênicas”, compostas pela Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Anglicana, Igreja Luterana, Igreja Presbiteriana Unida e Igreja Católica Ortodoxa Siriana do Brasil.

Estou apenas alertando para que vigie e ore, pois até o termo “evangélico” utilizado no Brasil para os protestantes não é correto, pois “evangélico” é todo aquele tem segue o Evangelho, portanto Católico também é evangélico! Como podemos dizer que os adventistas e os testemunhas de Jeová são evangélicos se questionam a ressurreição de Cristo, se questionam a divindade de Cristo? É nisso que quero chegar, vejo pessoas utilizando a Bíblia e fazendo questionamentos sérios como mencionado acima, ou então dizendo que a cruz é sinal de morte, é sinal de maldição. Mas como assim? Se foi pela cruz que fomos salvos, se Jesus disse em São Lucas 9, 23 Em seguida, dirigiu-se a todos: Se alguém quer vir após mim, renegue-se a si mesmo, tome cada dia a sua cruz e siga-me”, Jesus não disse tome sua maldição, mas disse, tome sua cruz. São Paulo também vai dizer em 1 Coríntios 1, 23 “mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos”, a cruz é sinal de vitória! Pergunto a vocês, quem foge da Cruz senão o próprio demônio?!materia1_0

Um outro sinal além do ódio a Igreja que é o Corpo Místico de Cristo, a Cruz que foi por onde veio Nossa Salvação é o ódio a Nossa Senhora. Infelizmente há muitas denominações protestantes pregam o ódio a Maria, a Mãe de Deus, a Nossa Mãe! Negar que Ela é a Mãe de Deus é negar que Jesus é Deus! Negar que Ela não seja nossa Mãe é negar a Bíblia, pois em São João 19, 26-27 Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa”. Esse ódio também é mencionado na Bíblia em Gênesis 3, 15 “Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar”.

Portanto meu irmão e minha irmã, quem é contra a Cruz, contra a Igreja, contra Nossa Senhora e também blasfema contra a Eucaristia é preciso no mínimo ter desconfiança, no mínimo. A Eucaristia é o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, conforme 1 Coríntios 11, 23-27 Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim. Assim, todas as vezes que comeis desse pão e bebeis desse cálice lembrais a morte do Senhor, até que venha. Portanto, todo aquele que comer o pão ou beber o cálice do Senhor indignamente será culpável do corpo e do sangue do Senhor”. 

Um outro sinal que pode ser algo para ficar com atenção, é quando se prega prosperidade, a famigerada teologia da prosperidade. Geralmente esses lugares, fala-se muito em milagres e em prosperidade financeira e fala-se muito pouco em mudança de vida, em conversão verdadeira. Ora meu irmão e minha irmã, será mesmo que Jesus se entregou na Cruz para ter dar prosperidade? Ou foi para sua Salvação.

Obviamente, um protestante que se preze não terá devoção a Nossa Senhora, tão pouco terá amor a Igreja de Cristo ou a Eucaristia, talvez no máximo, terá um certa simpatia pela Cruz. Mas algo que não se pode faltar é o respeito. Graças a Deus conheço muitos que respeitam e até admiram Maria, a Igreja e os mártires católicos, não têm a devoção que temos a Nossa Senhora, mas têm o respeito. Os que não tem isso, não dê ouvidos, são pessoas que São Paulo já nos alertava em 1 Timóteo 4, 1 O Espírito diz expressamente que, nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros e a doutrinas diabólicas”.

Hoje, no cristianismo as divisões são constantes, não há concordância entre as denominações, tome cuidado também com isso conforme 1 Coríntios 1, 10 “Rogo-vos, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que todos estejais em pleno acordo e que não haja entre vós divisões. Vivei em boa harmonia, no mesmo espírito e no mesmo sentimento”  e também em 1 Coríntios 3, 3-4 “Com efeito, enquanto houver entre vós ciúmes e contendas, não será porque sois carnais e procedeis de um modo totalmente humano? Quando, entre vós, um diz: Eu sou de Paulo, e outro: Eu, de Apolo, não é isto modo de pensar totalmente humano?”. Cuidado com isso, como disse no começo do texto o demônio vai aparecer em espírito de luz.

Muitos fazem parte dessas seitas e começam a julgar, blasfemar e até atacar fisicamente as Paróquias Católicas, como infelizmente vemos com cada vez mais frequência, achando estarem fazendo o bem. Esse é o grande problema, a mentira! Essas pessoas que passam por essa falsa conversão, não dão ouvidos quando se prega o que Jesus realmente ensinou. Algumas seitas ao invés de salva-las, afundam as pessoas ainda mais. Acreditam que no “aceitar Jesus” já estejam salvas, com o passaporte carimbado para o céu, mas cuidado veja o que Jesus diz em São João 15, 16 Não fostes vós que me escolhestes, mas eu vos escolhi e vos constituí para que vades e produzais fruto, e o vosso fruto permaneça. Eu assim vos constituí, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vos conceda“, ou seja, nós ainda não chegamos no ponto de “dar essa colherzinha de chá” para Deus e também o fato de acreditar não quer dizer que esteja salvo, pois em São Mateus 24, 13 Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo“. 

Ao passo de alguns enganos dentro do cristianismo, o ocultismo cresce rapidamente. Talvez não no crescimento de aumento de pessoas declaradamente praticantes do ocultismo, mas pessoas que têm fé em coisas vinculadas ao ocultismo. Um exemplo muito comum, é o horóscopo. Certamente que a grande maioria das pessoas leem o horóscopo e mal sabem o mal que fazem. Outros acreditam em reencarnação, que com muita tristeza no coração vejo muitos “católicos espíritas”, como se isso fosse possível. Não é necessário entrar muito em detalhes para a incompatibilidade, pois o espiritismo acredita que Jesus  é um espírito iluminado e nós, acreditamos que Ele é Deus. Os espíritas acreditam que reencarnaremos, nós acreditamos que ressuscitaremos e que temos uma só morte.

Temos apenas uma só morte, conforme Hebreus 9, 27 Como está determinado que os homens morram uma só vez, e logo em seguida vem o juízo“, no antigo testamento também há inúmeras passagens advertindo sobre o risco conforme Deuteronômio 18, 10-12 “Não se ache no meio de ti quem faça passar pelo fogo seu filho ou sua filha, nem quem se dê à adivinhação, à astrologia, aos agouros, ao feiticismo, à magia ou invocação dos mortos, porque o Senhor, teu Deus, abomina aqueles que se dão a essas práticas, e é por causa dessas abominações que o Senhor, teu Deus, expulsa diante de ti essas nações”, também podemos em outras passagens como Levítico 20, 27; 1 Crônicas 10, 13 e Isaías 44, 25.arqutipo-do-mago-sombra-4-638

A reencarnação também é negada na Bíblia, conforme Eclesiástico 14, 12-21 “Lembra-te de que a morte não tarda, e de que o pacto da moradia dos mortos te foi revelado, pois é lei deste mundo que é preciso morrer, Antes de morrer, faze bem ao teu amigo, e dá esmola ao pobre conforme tuas posses. Não te prives de um dia feliz, e não deixes escapar nenhuma parcela do precioso dom. Não será a outrem que deixarás o fruto de teus esforços e de teus trabalhos, para ser repartido por sorte? Dá e recebe, e justifica a tua alma. Pratica a justiça, antes de tua morte, pois na moradia dos mortos não há de se achar alimento. Toda carne fenece como a erva, e como a folha que cresce numa árvore vigorosa. Umas nascem, outras caem. Assim, nesta raça de carne e sangue, uma geração morre, outra nasce. Tudo o que é corruptível acabará por ser destruído, e o artesão morrerá com o seu trabalho. Toda obra excelente será aprovada e o seu autor nela achará orgulho” e também em outras passagens como Eclesiastes 9, 10; São Lucas 23, 43; 2 Coríntios 5, 6-10; Hebreus 9, 27 e São João 5, 28-20 “Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que se acham nos sepulcros sairão deles ao som de sua voz: os que praticaram o bem irão para a ressurreição da vida, e aqueles que praticaram o mal ressuscitarão para serem condenados”.

Obviamente, não estou dizendo que as pessoas que têm práticas ocultistas são pessoas ruins, vê-se muitas vezes mais caridade por espíritas por exemplo, do que por alguns grupos cristãos. Mas de modo algum, há como misturar as coisas, espiritismo e cristianismo são contrários em sua essência. Como disse, cremos que Jesus é Deus, eles que Jesus é um espírito iluminado; cremos que Jesus é a nossa revelação, eles creem que a revelação vem através dos espíritos.

E claro, não poderíamos deixar de citar os falsos profetas dentro do catolicismo. Meu irmão e minha irmã, nasceu na Igreja há alguns anos um movimento chamado “Teologia da Libertação”, que nada mais é que a interpretação do cristianismo na ótica marxista. No Brasil, temos como expoente Frei Beto e Leonardo Boff, ambos excomungados da Igreja. Vamos pegar exemplos simples como a multiplicação dos peixes e dos pães feita por Nosso Senhor, que claro, acreditamos ser um milagre e eles (teologia da libertação) acreditam que foi a partilha do pão, que todos levaram um pouco de pão e depois partilharam. Não acreditam na existência do demônio, relativizam o que é ou não pecado, contestam a presença real de Jesus na Eucaristia, dizem que Jesus não expulsava demônio mas sim, que era epilepsia e por ai. Com certeza você conhece ou pelo menos já ouvi homilias de sacerdotes assim. São falsos profetas! Deixar de acreditar que o inimigo exista é deixar campo aberto para ação maligna, Jesus Cristo falou tantas vezes do demônio e esse movimento questiona a veracidade.

Para todos os casos meu irmão e minha irmã, orai e vigiar sem cessar, pedindo a Deus que envie o Seu Santo Espírito para discernimento das coisas, conforme 1 São João 4, 1-3 “Caríssimos, não deis fé a qualquer espírito, mas examinai se os espíritos são de Deus, porque muitos falsos profetas se levantaram no mundo. Nisto se reconhece o Espírito de Deus: todo espírito que proclama que Jesus Cristo se encarnou é de Deus; todo espírito que não proclama Jesus esse não é de Deus, mas é o espírito do Anticristo de cuja vinda tendes ouvido, e já está agora no mundo”.


A Paz!

Fernando Y. Kanizawa
[email protected]

CAMINHO SAGRADO
www.caminhosagrado.com
www.facebook.com/caminhosagradoweb
@jesusmariajosek

Acompanhe a programação da “Web Rádio Sagrada”, baixe o APP para seu smartphone

Apple Store – https://itunes.apple.com/br/app/id1036312551
Google Play – https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.mobradio.sagradafamilia&hl=pt_BR

INSCREVA-SE NO BLOG CAMINHO SAGRADO – Evangelização e formação católica. Clique nesse link e cadastre seu e-mail. É muito rápido e fácil! A Paz de Cristo

Comments

comments

Cadastre seu e-mail para receber nossas publicações:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *