O MÉXICO SERÁ CONSAGRADO AOS SAGRADOS CORAÇÕES POR CAUSA DO ELEVADO NÚMERO DE POSSESSÕES DEMONÍACAS

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Em 12 de dezembro próximo, sexta, às 12h, na Catedral Metropolitana da Arquidiocese de México –
– O Cardeal João Sandoval Íñiguez, por delegação do Arcebispo local, o Cardeal Norberto Rivera Carrera, consagrará a Arquidiocese aos Sagrados Corações com a fórmula de Fátima e de Paray Le Monial.
A essa consagração, se unirão bispos de todo México. Inclusive outros bispos da América Central que estiverem a par do acontecimento estarão unidos simultaneamente. Também se unirá, na Basílica de Guadalupe, o Mons. Christope Pierre, Núncio Apostólico da Santa Sé no México.
Aborto, satanismo, corrupção, culto à “santa” morte, legalização de aberrações sexuais, têm provocado uma grande infestação satânica em todo o país. Tudo isso está ocasionando uma violência incontrolável e generalizada.
Bispos consideram que somente consagrando a nação mexicana ao Imaculado Coração de Maria e ao Sagrado Coração de Jesus se poderá deter esse pernicioso processo.
Ia realizar a consagração, originalmente, o Cardeal Norberto Rivera mas nos últimos dias de novembro foi convidado a celebrar a festa de 12 de dezembro, de Santa Maria de Guadalupe, no Vaticano. Por isso, a consagração será celebrada pelo Cardeal Arcebispo Emérito de Guadalajara, João Sandoval Íñiguez.
Espera-se que o Papa Francisco, conhecedor de tudo o que está sucedendo no país, envie uma mensagem nesse dia em que o México será consagrado.
Em 12 de novembro, o Cardeal João Sandoval postou um vídeo no Youtube dando a conhecer a consagração que se irá realizar sem saber que, dias depois, o Cardeal Norberto Rivera lhe pediria que fosse ele quem a celebrasse em seu lugar.
Que a nação mexicana está sofrendo uma infestação satânica em consequência do aborto e do culto à morte o disseram vários exorcistas e especialistas na pastoral da libertação. Essa é a causa essencial da violência.
O Padre José Antonio Fortea, famoso exorcista espanhol, sabendo que no México se levará a cabo a Consagração, recomenda que antes disso, ou depois se não fosse possível, seja realizado um Exorcismo Magno em cada diocese do país. Para isso, os sacerdotes deverão contar com a permissão de cada bispo ordinário do lugar.
Sobre a possibilidade de que um lugar, cidade ou país infestado demoniacamente possa ser exorcizado e consagrado a Deus para acabar com a violência temos não só a doutrina exposta por Fortea, mas uma evidência histórica.
No ano de 1226, São Francisco de Assis acudiu à Cidade de Arezzo, Itália, devido a que ali se travava uma violenta luta entre famílias.
Ao chegar, o homem de Deus viu sobre a cidade um grupo de demônios que se alegravam enquanto estimulavam seus habitantes em uma luta de uns contra outros.
Compadecido da situação, o santo de Assis, junto com seu discípulo Frei Silvestre, fez uma oração de libertação invocando a Deus e gritando “vão-se daqui, demônios todos, longe daqui”.
Em pouco tempo, as famílias se reconciliaram e se pacificou a cidade, tornando a respeitar os direitos de cada um (Cfr. Tomás de Celano, “Vida Segunda”, p.II, 108).
Os pastores insistem em que cada fiel deverá realizar a consagração de forma pessoal em sua própria paróquia, convertendo-se de todo coração e entregando a própria vida em expiação por todos os pecados contra Deus que se cometem em nosso país.
Esperam que depois deste acontecimento, o aborto e os crimes violentos comecem a decrescer.
Fonte: amormariano.com


Comments

comments

Cadastre seu e-mail para receber nossas publicações:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *