O senhorio de Jesus Cristo

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Senhorio de Jesus - Caminho Sagrado

A autoridade de nosso Deus, Jesus Cristo é questionada desde a Sua primeira vinda no meio de nós. Especialmente nos Evangelhos, é notório que por aonde Ele ia, era reconhecido como o Messias, mas também era muito questionado quanto a Sua origem divina.

Isso não mudou muito, desde os primeiros apóstolos como São Paulo, existem tantos outros “falsos cristos” conforme Gálatas 1, 7 “De fato, não há dois (evangelhos): há apenas pessoas que semeiam a confusão entre vós e querem perturbar o Evangelho de Cristo”. São Paulo quando escreveu isso, foi justamente pelos falsos doutores que atormentavam os gálatas, assegurando-lhes que a fé em Jesus, pregada por São Paulo não bastava para assegurar a Salvação.

Falsos doutores e falsos profetas pipocam quase que diariamente por ai. A Sagrada Escritura vai dizer em 1 São João 2, 19 “Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isso se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos”. Tanto São Paulo, como São João desde então vem nos alertando sobre essa negação e perseguição que Cristo sofre mesmo após Sua morte e ressurreição. Sim, digo perseguição, não uma perseguição declarada, mas sim, uma perseguição velada, escondida. Pois são justamente esses falsos cristos, falsos cristãos e falsos doutores que dão tantos contra-testemunhos que alimentam com muita força a perseguição declarada e clara.

Ao passo disso, temos também as pessoas adeptas do “paz e amor”, pregam um Jesus “paz e amor”, não que Ele não seja, mas pregam de uma forma errada, como se tudo fosse lícito, desde que satisfaça o próprio ego e suas vontades. Entre essas pessoas, infelizmente muitos que se dizem cristãos. Dizem-se cristãos, mas dizem que todos os caminhos levam a Deus, ou seja, não importa se você acredita em reencarnação, em mantras, em pirâmides, em horóscopo, espírito guia e por ai vai. Muitos dessas pessoas se dizem cristãs, mas na verdade acham o cristianismo ultrapassado, muito “pesado” para nossa sociedade atual. Às vezes seguem alguns preceitos por pura conveniência social. Não buscam o verdadeiro conhecimento e se perdem conforme Oséias 4, 6 “porque meu povo se perde por falta de conhecimento: por teres rejeitado a instrução, te excluirei de meu sacerdócio; já que esquecestes a Lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos”.

Esses grupos de pessoas mesmo sem saber alimentam e dão combustível para as pessoas que perseguem e negam a autoridade de Cristo declaradamente. Enquanto os dois primeiros grupos de pessoas, embora travestidas de cristãos, mancham, maculam o cristianismo de dentro para fora, alguns outros atacam de fora para dentro. São pessoas que defendem declaradamente a cultura da morte, da promiscuidade, do poder, do ter e do livre prazer. Embora não pareça esses grupos são interligados entre si e negam a autoridade de Jesus Cristo, o senhorio de Jesus Cristo.

Para entender melhor essa negação do senhorio de Jesus Cristo, bem como órgãos muito bem articulados que tem a missão de acabar com o cristianismo de dentro para fora e também de fora para dentro, leia o livro “Poder Global e a Religião Universal”, escrito pelo Monsenhor Juan Claudio Sanahuja, que explica sobre a Nova Era. Brevemente iremos disponibilizar não só material escrito aqui em nosso blog, mas também pelo nosso programa Caminho Sagrado, na Web Rádio Sagrada Família.

O verdadeiro discípulo de Jesus Cristo tem que ter sempre em mente o que Ele próprio disse em São Lucas 14, 33 “Assim, pois, qualquer um de vós que não renuncia a tudo o que possui não pode ser meu discípulo”. O que quer dizer isso?! Quer dizer que não podemos ter bens? Que é pecado ter bens?! Claro que não, ter bens materiais não é pecado! Pecado é ter os bens, o dinheiro, a própria família no lugar de Deus, a idolatria. Idolatria ao contrário do que muitos dizem, não é ter uma imagem de Nossa Senhora, tão pouco a devoção a algum Santo, mas sim, idolatria é tudo aquilo que fica entre Deus e nós, ou tudo aquilo que fica no lugar de Deus. O que o texto do Santo Evangelho quer dizer é que devemos renunciar a nós mesmos, nossa auto suficiência, nossa confiança apenas em nosso esforço e inteligência.

Não existem “verdades”, se são várias verdades, não é a verdade, pois a verdade é uma só e verdade é Jesus Cristo, conforme São João 14, 6 “Jesus lhe respondeu: Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim” e por isso pegaremos como base o texto em São Mateus 28, 18 “Mas Jesus, aproximando-se, lhe disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra”.

A autoridade de Cristo é prefigurada já desde o antigo testamento, como por exemplo, em Isaías 7, 14 “Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma Virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus conosco”, também podemos ver uma afirmação também no novo testamento, em Apocalipse 2, 27 “Ele as regerá com cetro de ferro, como se quebra um vaso de argila, pois assim como eu mesmo recebi o poder de meu Pai; e eu lhe darei a Estrela da manhã”.

Através da Sagrada Escritura, veremos a autoridade de Jesus Cristo pelos anjos, pelos demônios e pelos homens:

Do Anjos

O senhorio de Jesus Cristo é confirmado e reconhecido pelos anjos, conforme São Lucas 1, 30-32 “O anjo disse-lhe: Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, que lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó”.

Jesus voltando entre Anjos

Dos demônios

Houve também o reconhecimento por parte dos demônios que Jesus é Deus, que Jesus é o Senhor, conforme são São Lucas 4, 33 “Deixa-nos! Que temos nós contigo, Jesus de Nazaré? Vieste para nos perder? Sei quem és: o Santo de Deus!”.

Alguns podem até dizer que a pessoa na narrativa, poderia não estar possessa e que essa afirmação foi algo que escutou ou aprendeu, mas essa passagem é bem no início do ministério de Jesus Cristo, da sua vida pública, portanto e a evangelização estava no início e dificilmente poderia ter sido da mente humana da pessoa possessa.

Os demonios reconhecem o senhorio de Jesus

Dos homens, de Sua Igreja

E por fim, o reconhecimento dos homens, representando aqui pelo nosso primeiro Papa, São Pedro e por conseqüência de toda a humanidade, conforme São Lucas 9, 20 “Perguntou-lhes, então: E vós, quem dizeis quem eu sou? Pedro respondeu: O Cristo de Deus”.

Importante lembrar que nessa passagem, Jesus ainda não havia se declarado como o Messias, como o Salvador, dava sinais disso, mas não declarava abertamente, tanto é que no versículo seguinte, o 21 vai dizer “Ordenou-lhe energicamente que não o dissessem a ninguém”.

Sao Pedro e Jesus

Meu irmão e minha irmã, isso é muito sério! Precisamos reconhecer e ter Nosso Senhor Jesus Cristo como Senhor de nossas vidas, nossas histórias. Renunciar a nós mesmos, segui-Lo livremente e integralmente com nossas vidas, nossas ações. Buscar verdadeiramente, uma vida santa!

Se todos os caminhos levam ao céu, por que então Jesus sendo Deus, viria a nós, entregaria Sua vida em uma Cruz para nossa redenção?! Se todos os caminhos levassem ao céu, o que Jesus fez foi então em vão? Claro que não!

Seja qual for o seu problema, qual for à situação, qual for a sua história, Jesus é o Senhor! Clame, convide Jesus para fazer parte disso, entregue todo o fardo aos Pés da Cruz e verá quem é o Senhor! Tenha sempre como meta o céu, o olhar sempre a Jesus Cristo.
Sejamos como São Pedro, dócil ao Espírito Santo, que mostra quem é Jesus, o Cristo, o Salvador!

Jesus tem poder! Jesus é Nosso Deus! Jesus é o Nosso Senhor! É o Senhor de tudo e de todos, conforme Filipenses 2, 10-11 “para que o nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos. E toda língua confesse, para a glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é o Senhor”.


A Paz!

Fernando Y. Kanizawa
[email protected]

CAMINHO SAGRADO
www.caminhosagrado.com
www.facebook.com/caminhosagradoweb
@jesusmariajosek
www.instagram.com/caminhosagradodosenhor

Acompanhe a programação da “Web Rádio Sagrada”, baixe o APP para seu smartphone

Apple Store – https://itunes.apple.com/br/app/id1036312551
Google Play – https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.mobradio.sagradafamilia&hl=pt_BR

Comments

comments

Cadastre seu e-mail para receber nossas publicações:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *