Precisa de Cura Espiritual? Faça uma terapia intensiva

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

jesus-curando
Cada vez mais comum em nossas comunidades a cura espiritual ou então as doenças espirituais, um tema que vem sendo pregado e ensinado desde o início da Igreja, mas atualmente esse termo e tudo que envolve esse assunto vem sendo bastante explorado por algumas denominações com o intuito de angariar mais fiéis.

Os “testemunhos” de curas extraordinárias, ou seja, curas que apenas com uma oração do pregador e/ou então um momento de mais “efusão” as pessoas saem curadas de todos os problemas espirituais pipocam a todo instante nos meios de comunicação.
Na Palavra de Deus, narra várias curas extraordinárias, seja ela física ou espiritual como por exemplo, a mulher do fluxo de sangue, narrado em São Marcos 5, 24-34, também podemos pegar a cura espiritual de Zaqueu, narrado em São Lucas 19, 1-10 e até mesmo a conversão de São Paulo, narrado em Atos dos Apóstolos 9, 3-5. São curas extraordinárias, por que foi preciso apenas um encontro com Jesus para a cura ou conversão, no entanto, não são todos os casos assim, pois o nome já fala “curas extraordinárias”.
Nos dias de hoje, as falsas curas espirituais pioram ainda mais a situação do doente, pois acreditam estarem curados e por isso, não buscam mais o tratamento e acabam contaminando as demais pessoas que vivem em volta. Muitos acham que em um momento apenas de emoção, que nem chega a ser efusão do Espírito Santo, num determinado momento estão curadas.
Para melhor entendimento, imagine que todos nós somos vasos de cerâmica, todos criados com perfeição por Deus, mas com o pecado original foram criadas fissuras que provam vazamento do líquido que há dentro. Portanto, se não mantivermos sempre nos enchendo de água limpa, ou seja, de Deus, uma hora o vaso irá secar completamente, ou pior, o inimigo começará a nos encher de água suja, ou seja de pecado, de toda imundice que há nesse mundo.
As doenças espirituais são como as doenças físicas. Quanto temos uma grave doença e nosso quadro de saúde é muito grave, o que acontece? Os médicos nos internam na UTI, que significa Unidade de Terapia Intensiva e ali, intensivamente é ministrado medicamentos para que o organismo reaja e fique curado. Na vida espiritual é a mesma coisa, quando estamos doentes espiritualmente, precisamos também fazer Terapias Intensivas, só que espiritualmente os medicamentos são um pouco diferentes. Espiritualmente os medicamentos que precisamos são os sacramentos, ou seja, Eucaristia e Confissão e que também devem ser ministrados intensivamente juntamente com uma vida de oração e penitência (jejum). Muitos dizem ou acham que os sacramentos não são bíblicos ou então não tem poder algum, são apenas coisas criadas por alguém. Sobre a Eucaristia, podemos ver em I Coríntios 11, 23-25 “Eu recebi do Senhor o que vos transmiti: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão e, depois de ter dado graças, partiu-o e disse: Isto é o meu corpo, que é entregue por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança no meu sangue; todas as vezes que o beberdes, fazei-o em memória de mim.” e o sacramento da reconciliação ou confissão em São João 20, 22-23 “Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos”.
A Eucaristia é Jesus em Carne, Sangue, Alma e Divindade, que nos dá força para vencer as tentações e as batalhas que travemos diariamente, e a Confissão é o que tira de nós a “água suja” colocada pelo inimigo. Você pode pensar, mas vou me confessar com um padre, pecador igual a mim?! Claro que sim, você também vai ao médico e nem por isso ele (o médico) não deixa de ficar doente.
Como disse, além dos sacramentos que são os remédios mais fortes, precisamos de uma vida oração (o Santo Terço é um potente de eficiente remédio) e penitência, ou seja, os remédios que podem e devem serem ministrados todos os dias que potencializam o efeito dos remédios mais fortes. Na Palavra de Deus narra que Jesus se retirava para orar, se Jesus que é Deus orava muito, imagine nós.
Precisamos entender que não lutamos contra homens de carne e sangue e sim, contra os principados e potestades desse mundo tenebroso, conforme podemos ver em Efésios 6, 10-18 “Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomai, por tanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos”. Portanto, precisamos buscar cada vez mais a Deus, rezar, ler a Palavra de Deus e meditar.
Basicamente temos três doenças espirituais que dão origem as demais doenças que são a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida conforme está em I João 2, 15-16 “Não ameis o mundo nem as coisas do mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. Porque tudo o que há no mundo – a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida – não procede do Pai, mas do mundo”. Vamos falar de um a um, concupiscência da carne são os desejos da carne, gula, bebida, drogas, sexo, etc. Concupiscência dos olhos, é tudo que nos chama muita a atenção, que nos guia num determinado sentido, como por exemplo a avareza e por último a soberba da vida, ou seja, o orgulho a vaidade. Note também, que essas três doenças espirituais também nos levam ao pecado da idolatria, ou seja, colocamos por exemplo, o sexo e a bebida (concupiscência da carne) em primeiro lugar em nossas vidas, assim como o dinheiro (concupiscência dos olhos) e a nós mesmos, com nosso orgulho (soberba da vida).
Portanto meu irmão e minha irmã, seja qual for a necessidade de sua cura espiritual, não tem outro jeito, você precisa da UTI espiritual. A diferença da UTI espiritual para a física, é que na física depois de curado, você irá sair e talvez nunca mais volte, na espiritual você sempre irá passar por ela, mas depois de algumas sessões, você irá querer passar por ela, irá sentir essa necessidade.
Mantenha sempre a água limpa jorrando em seu vaso, não deixe a água secar, tão pouco, não permita que coloquem água suja no lugar da água limpa. Eu poderia escrever o que muitos gostariam de ler, que sem muito sacrifício você conseguirá a bênção e a cura que precisa, mas como diz em Efésios 6, 14 “Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade”, mas por que a cintura cingidos com a verdade?! Imagine em seu corpo físico agora, pense na fragilidade que tem a região de sua cintura, não há costelas e nem qualquer tipo de osso para proteger seus órgãos vitais não é mesmo?! A verdade é um tipo de “colete a prova de balas” do cristão, que nos protege contra os ataques do inimigo em um região tão frágil. A mentira não é Deus, foi criada pelo demônio, conforme São João 8, 44, portanto fuja dela!
jesus-cura-o-cego2

Comments

comments

Cadastre seu e-mail para receber nossas publicações:

Delivered by FeedBurner

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *